Serviços

O revestimento em chapas de alumínio composto foi especialmente desenvolvido para o mercado da construção civil, podendo ser aplicado em ambientes internos e externos, e utilizados em construções novas ou reformas, sendo aplicado em lojas, postos de gasolina, fachadas de shoppings centers, edifícios comerciais e residenciais, bancos, etc

Ideal para revestimentos de fachadas de edifícios, o painel de alumínio composto é um material inovador e nobre. É formado por duas chapas de alumínio de até 0.5mm de espessura, com núcleo de polietileno de baixa densidade.

Esta composição confere ao produto melhor relação entre peso e resistência se comparado aos demais existentes no mercado para aplicação em fachadas.

É rigorosamente plano e ao mesmo tempo de alta conformabilidade, podendo dobrá-lo mediante usinagem ou curvá-lo através de calandra.

Aplicando-se a técnica coil-coating, que é um sistema de pintura em rolos, proporciona total uniformidade e resistência aos raios ultravioletas.

Importância da utilização

Redução de custos e manutenção: O ACM protege a parede externa da poluição e das intempéries. A face externa bloqueia as radiações solares, além de formar uma câmara de ar entre o painel e a parede do edifício, reduzindo custos com ar condicionado. Nos sistemas de fachada ventilada, protege as paredes das trocas bruscas de temperatura, reduzindo dilatações térmicas e impedindo riscos de fissuras. O baixo peso proporciona redução de cargas aplicadas na estrutura da obra, reduzindo as seções de vigas, pilares e fundações. Sua estrutura de fixação também é leve, diminuindo as sobrecargas nas estruturas de apoio.

O termo ‘’Pele de vidro’’, bastante conhecido no mercado da construção civil, é o nome dado ao revestimento todo em vidro aplicado em diferentes fachadas que garante a diversos ambientes uma iluminação natural. A Pele de vidro pode recobrir edificações residenciais e comerciais, podendo ser composto por vidros transparentes ou refletivos, que proporcionam conforto térmico excelente, mantendo a temperatura do ambiente.

Hoje, o mercado dispõe de novas gerações de vidros, que geram elevados índices de sombreamento, conforto ambiental e economia no condicionamento do ar.

TIPOLOGIA FACHADA CORTINA (pele de vidro ou structural glazing)

A Fachada Cortina se caracteriza por colunas de alumínio fixadas pela face externa, diretamente em cada frente de viga (lajes e outros), em pontos estruturais da edificação, marcando de forma muito acentuada as linhas verticais.

A rigor, todo fechamento externo de um edifício que seja estruturado de maneira independente e destacado da estrutura recebe o nome de fachada cortina.

FACHADA ENTRE VÃOS (pele de vidro ou structural glazing)

A Fachada entre vãos se caracteriza pela fixação das colunas de alumínio na face interna das vigas ou lajes, compondo muitas vezes a fachada, com outros materiais de revestimento como o Alumínio Composto.

STRUCTURAL GLAZING (ou envidraçamento estrutural)

É o tipo de esquadria em que os vidros são colados nos caixilhos através da aplicação de silicone estrutural ou fita VHB, não aparecendo externamente o perfil de alumínio.

PELE DE VIDRO

Nesse tipo de sistema, as colunas são fixadas nas vigas pelo lado interno, enquanto o vidro permanece encaixilhado. Com isso, a fachada destaca mais os painéis de vidro, apesar de manter a marcação de linhas horizontais e verticais da caixilharia.

SISTEMA UNITIZADO

A fachada é formada por painéis independentes estruturados com vidro, cerâmica ou granito, içados com auxilio de guindastes e fixados por meio de ancoragens reguláveis. O sistema de montagem é mecanizado e cada painel cobre uma altura de pé-direito.

É formado por colunas e travessas e dispensa a subestrutura para conter o vidro. Os painéis são totalmente pré-fabricados, o que aumenta o controle tecnológico e garante maior qualidade de fechamento à fachada.

As esquadrias são utilizadas na construção civil como elemento de fechamento de vãos, principalmente através das janelas, portas, persianas e venezianas.

Estes componentes da edificação asseguram a proteção quanto à penetração de intrusos, da luz natural e da água, além de ser um dos elementos importantes de decoração das fachadas.

O alumínio é um metal indicado para inúmeras aplicações, devido às suas características e propriedades únicas. Material leve e resistente, apresenta uma boa razão entre resistência e peso, grande capacidade de absorver impactos e alta resistência à corrosão. É um excelente condutor térmico, ideal para dissipadores de calor, e elétrico.

As esquadrias devem atender as especificações e detalhes estabelecidos em normas técnicas, às exigências do usuário, adequadas à composição arquitetônica quanto a sua utilização, dimensão, forma, textura, cor e desempenho.

Considerando as questões de desempenho (ABCIC, 1991), as esquadrias devem possuir condições principais de:

a) estanqueidade ao ar: característica de proteção dos ambientes interiores da edificação, contra infiltrações de ar que possam causar prejuízo ao conforto do usuário e/ ou gastos adicionais de energia a climatização do ambiente, tanto no calor como no frio;

b) estanqueidade à água: característica de proteção dos ambientes interiores da edificação, contra infiltrações de água provenientes de chuvas, acompanhadas ou não de ventos;

c) resistência a cargas: característica em suportar pressões de vento estabelecidas nas normas técnicas e que têm de ser compatibilizadas pelo projetista, segundo o seu local de uso;

d) resistência à operação de manuseio: característica em suportar os esforços provenientes de operações e manuseio prescrita nas normas;

e) comportamento acústico: característica em atenuar, quando fechadas, os sons provenientes de ambientes externos, compatibilizado com as condições de uso e as normas técnicas.

As esquadrias de alumínio são fabricadas sob medida para instalação na parede ou contramarco assentado diretamente na alvenaria, cuja função é garantir a vedação e regularização do vão.

O uso intensivo do alumínio para composição das esquadrias se deve à sua grande leveza, aliada a uma grande resistência mecânica, o que lhe proporciona facilidade de transporte e montagem, e à durabilidade satisfatória quanto à ação de agentes agressivos naturais como maresia ou regiões industriais, e sua estabilidade dimensional.

O sistema de fachadas ventiladas conta com uma gama de opções de revestimentos em diversos materiais, cores, texturas e formatos. Essa nova técnica consiste na aplicação de um revestimento, que pode ser cerâmica extrudada, pedra, fibrocimento, fenólicos, metálicos e porcelânicos, e de um isolante térmico nas paredes externas do edifício.

No sistema de fachada ventilada, as placas de revestimento são fixadas à subestrutura metálica por meio de ancoragens mecânicas. Entre a capa do revestimento e o isolante térmico aplicado na alvenaria forma-se uma câmara de ar de no mínimo dois e no máximo 20 centímetros. É nesse espaço que acontece o efeito chaminé, que caracteriza uma das vantagens desse processo.

O efeito chaminé se dá com o ar entrando pela parte inferior da fachada e saindo pela superior. As aberturas na porção inferior também servem de saída de água caso ocorra alguma infiltração. A câmara gera uma ventilação contínua que elimina condensações, mantendo o isolamento térmico seco e permitindo melhor resultado econômico no consumo energético. Todos os revestimentos auxiliam no tratamento térmico do edifício.

Painéis de Alumínio Composto, Painéis Aluacero (de aço, cobre ou alumínio), Brises metálicos e painéis em cerâmica extrudada, são alguns exemplos de revestimentos ventilados que podemos aplicar nas fachadas das edificações.

Policarbonato é um termoplástico de engenharia muito conhecido por ser transparente como vidro e resistente como o aço, derivado de carbono, o qual combina um alto nível de características mecânicas, óticas, térmicas e elétricas. É versátil para ser utilizado em diferentes aplicações de engenharia, em situações planas ou curvas, a exemplo de coberturas, fixo ou com sistema retrátil, pergolados com estrutura metálica de alumínio, madeiras ou estruturas prontas, fechamento de áreas, etc.

POLICARBONATO COMPACTO

As chapas de policarbonato compacta possuem tratamento de proteção U.V.(Ultra Violeta) em ambas as faces (dependendo da espessura), atribuindo ao produto 10 anos de garantia contra amarelecimento. Com metade do peso específico do vidro, a chapa de policarbonato compacta é a solução ideal para substituir o vidro em vários projetos, reduzindo custos com estruturas e proporcionando maior segurança. Sua resistência a impacto é 250 vezes maior que o vidro laminado/temperado de mesma espessura.

Sua estrutura maciça permite ganho acústico superior aos demais modelos, proporcionando maior resistência mecânica e transparência.

POLICARBONATO ALVEOLAR

As chapas de policarbonato alveolar tem cavidades internas que dão ao material a aparência de um vidro “canelado”, agregando maior leveza e alta resistência ao impacto (30 vezes superior ao vidro), além de poder ser curvado a frio com raio 175 vezes sua espessura.

Possui tratamento em um dos lados contra o ataque dos raios ultravioletas (garantia de 10 anos contra amarelamento).

Vantagens: Leveza, possibilidade de curvar a frio, auto extinguível, resistente a intempéries, proteção contra raios UV, fácil de cortar, manusear e instalar, resistência ao impacto 30 vezes superior ao vidro, garantia de 10 anos.

As coberturas têm como função principal a proteção das edificações, contra a ação das intempéries, atendendo às funções utilitárias, estéticas e econômicas. Em síntese, as coberturas devem preencher as seguintes condições:

a) funções utilitárias: impermeabilidade, leveza, isolamento térmico e acústico;

b) funções estéticas: forma e aspecto harmônico com a linha arquitetônica, dimensão dos elementos, textura e coloração;

c) funções econômicas: custo da solução adotada, durabilidade e fácil conservação dos elementos.

Aplicada sobre a estrutura metálica que fabricamos, alguns tipos de telhas para coberturas podem ser utilizadas, como a chapa de aço zincada, telhas de alumínio, fibrocimento e plásticas, telhas termo-acústicas compostas, etc.

Fabricamos e instalamos estruturas metálicas em aço carbono para diversos segmentos do mercado e elementos da construção civil, como mezaninos para lojas e residenciais, escadas, painéis, estrutura de telhados e coberturas, etc.

  • Letreiros
  • Painéis luminosos
  • Sinalização corporativa e industrial
  • Fachadas
  • Totens